segunda-feira, 31 de julho de 2017

Wedding Day | Cellebrating love in a red dress

Se há coisa que me deixa feliz, é ver as pessoas que me são importantes felizes.

Foi isso que aconteceu sábado passado quando uma das minhas amigas de infância casou.
E como casamento significa vestidos bonitos e cabelos arranjados, hoje mostro-vos aquilo que vesti para celebrar o amor.

Aproveitei o facto de ter um vestido comprido que já tinha usado noutros dois casamentos distintos e de "lados" da minha vida diferentes e voltei a usá-lo. 
Mas este vestido, além de eu gostar dele, desde a primeira vez que o usei que tinha problemas. Começou por não ficar bem na zona do peito. Sentia que tinha demasiado tecido e ao longo do tempo que o usei foi alargando ainda mais. Por isso, para que me sentisse bem com ele, foi ajustado no atelier By Dora Guimarães e desta vez sim, estava como queria. Justo no peito e sem excedentes de tecido. 


Wedding


Wedding


Wedding


Wedding



E como em equipa que ganha não se mexe, voltei a calçar as sandálias que uso sempre nestas ocasiões de festa. São também da marca By Dora Guimarães e posso dizer-vos que desde que as tenho são sempre a minha opção. Porquê? Porque além de lindas e bastante altas - o que nos faz mais elegantes - são super confortáveis, aguento estar com elas o dia todo e ainda consigo saltar e dançar com elas. 


Wedding


Wedding


Wedding



O cabelo ficou a cargo da minha cabeleireira e amiga de sempre. Optei por uma trança lateral com um ar mais descontraído. Confesso que andei um bocado perdida em relação ao cabelo, porque sempre que visto este vestido acabo por usar cabelo completamente preso. Mas desta vez dei uma olhadela nas inspirações do facebook do Espelho Meu e pronto. 


Wedding



As unhas foram super simples para que o vestido brilhasse por si só. 
Quanto à maquilhagem, ficou a meu cargo. Optei por um esfumado em tons de dourado e castanho e por uma pele bem iluminada. 

Foi um dia muito feliz. Ver uma amiga tão especial realizar um dos seus sonhos foi muito emocionante. E por falar em emoção, sinto que estou a ficar velha quando agora me emociono em todos os casamentos. 





Let's start the week


start

Bom dia!
Boa semana, cheia de coisas boas :)


sexta-feira, 28 de julho de 2017

Éramos felizes e nem sabíamos!

Quando vos falam em férias de verão que memórias é que isso vos traz?

Estava a ler um post da M* do Live, Love, Laugh sobre as memórias dela dos Verões da sua infância quando automaticamente fui transportada para as minhas memórias. 

Eram 3 meses de férias que eram passados entre a casa da minha avó e a casa dos meus padrinhos. Especialmente a casa dos meus padrinhos. Tinha as minhas 3 primas lá para brincar. E que bom que era. Desde o brincarmos até cairmos de cansaço, aos pequenos almoços com cereais e não raras as vezes com cerelac. 
Os banhos de sol que apanhávamos no jardim porque não podíamos ir para a praia acompanhados dos banhos de chuveiro no quintal com água gelada a que se juntavam os banhos de mangueira que o meu padrinho nos dava quando chegava do trabalho. 


felizes



E o esforço que fazíamos para inventar canções para cantarmos aos meus padrinhos para nos levarem ao rio, ainda ao fim do dia, quando chegavam estourados a casa. Sem esquecer as vezes que ainda conseguíamos que nos levassem á praia ao fim do dia para um mergulho rápido seguido de um lanche com pão com tulicreme. 

E andávamos nisto. Ora na casa dos meus padrinhos, ora na casa dos meus pais. 

Fomos crescendo verão atrás de verão entre estas brincadeiras. 
Sempre de sorriso no rosto e gargalhadas altas. 
Crescemos juntas e a brincar ao ar livre. Criamos laço inquebráveis porque aprendemos nas brincadeiras que nos podemos zangar, mas nunca separar. 

Éramos felizes. E nem sabíamos. 



felizes





Se há coisa que gostava, era de um dia os meus filhos pudessem crescer como cresci. Rodeados de amor e de família. Que sejam felizes e que nem saibam.


felizes

E vocês, quais são as vossas memórias de infância de verão?



Sexta-feira, sua linda!


Sextafeira

Bom dia Sexta-feira!
Que bom que chegaste. 


quinta-feira, 27 de julho de 2017

Bershka | Mangas para que vos quero

O verão está ai, mas nas lojas já se vê o Inverno chegar. 

As novas colecções estão a chegar as lojas e com isso vem as novas tendências. 
E é isso que eu hoje vos venho mostrar. Umas da tendências que vamos ver nas ruas este Inverno. 

E qual é? Mangas largas. 
As mangas oversized estão ai e é vê-las em sweats, casacos, em malhas mais finas ou mais grossas.

E que giras que podem ficar. 

Ora vejam: 


Bershka


Bershka


Bershka


Bershka


Bershka

Adoro o efeito com que ficam quando vestidas. 
Por aí, há quem goste?
Contem-me tudo!


A little bit of pink...at morning!


morning

Que tenhamos um dia cor de rosa!
Bom dia!


quarta-feira, 26 de julho de 2017

Dia do amor, do mimo, do carinho, da barriga cheia. Dia dos avós

Lembro-me como se tivesse sido ontem o dia em que chorei no alto daquela rua porque tinha acordado sozinha e não sabia da minha avó. E lembro-me do que corri quando a vi no fundo da rua. 

Lembro-me de ir para o campo, lembro-me do pão com queijo e o leite com café, lembro-me da sopa de feijão e da broa de milho com queijo. 
Lembro-me dos lençóis quentinhos da cama quando os meus pais me deixavam lá em casa de manhã. 
Tudo isto se resume numa única palavra: avó. 

                                          avós

Tem 92 anos de história escritos nas rugas do rosto e nos fios brancos dos longos cabelos. 
Tem histórias intermináveis da sua vida. De quando casou com 30 anos e antes dos 40 enviuvou e viu-se sozinha com 3 rapazes para criar. 
De quando andava ao jornal como se diz cá em cima e fazia frente à patroa porque tinha que ter tempo para ir dar de almoçar ao filho que tinha em casa.
Histórias com os 5 netos e 2 bisnetos que criou em casa. De como o meu irmão e o meu primo lhe partiram o santinho que estava na parede a jogar a bola. 

São histórias de amor. Sobretudo isso. De amor. Mesmo vestida de preto desde os 40 teve amor para dar aos filhos, ás noras, aos netos e bisnetos. 

É a minha avó. Que não só neste dia mas em todos os outros me é lembrada. 



avós

É esta a avó do meu coração, mas neste dia não deixo de me lembrar também do meu avô materno. Que não conheci, mas que sinto como se tivesse conhecido tais são os relatos felizes de quem com ele lidou. 

Aproveitem os vossos avós, aproveitem os mimos, os carinhos, os ensinamentos. São pérolas que temos. 


avós




Esta deve ser das paixões mais apaixonadas que tenho!

Todos nós temos as nossas paixões. E quando falo em paixões não estou a falar das paixões pelos nossos namorados/maridos. 

Então falas de quê Catarina?

Daquilo que fazemos realmente com gosto. Que nos faz sentir o estômago estremecer. Das coisas que podemos passar horas a fazer sem nos sentirmos saturados ou cansados. 

É isso que eu sinto quando estou a fotografar.
Adoro fotografar. Principalmente histórias. Emoções. Pessoas. Acima de tudo pessoas com história. 
Foi o que aconteceu a 2 semanas atrás quando tive o prazer de fotografar a despedida de solteira de uma amiga de infância que vai casar. 

Foi duplamente especial. Estava a fazer aquilo que me apaixona para uma amiga de 20 anos que cresceu comigo e eu com ela. 

Com o pôr do sol no mar como pano de fundo, deixo-vos algumas das fotografias desse dia feliz.


paixões


paixões


paixões


paixões


paixões


paixões


paixões


paixões


paixões


paixões


paixões


paixões

Deixem-me a vossa opinião sobre as fotografias e contem-me, qual é aquela coisa que vos apaixona?


Beautiful combination | Coffee,Music&Flowers


CoffeeMusicFlowers

Bom dia! 
É quarta-feira!


segunda-feira, 24 de julho de 2017

Festa de Verão da TVI - A desfilar bem na passadeira vermelha!

Quem é que não gosta de ver os modelos mais giros que passam pelas passadeiras vermelhas?Pois eu gosto e hoje digo-vos os que gostei mais!

Foi no sábado passado a festa de verão da TVI como acontece todos os anos no Algarve. 
Assim sendo, algumas das caras mais bonitas da televisão portuguesa estiveram por lá com vestido bem giros que nos podem servir para tirar ideias para festas que possamos vir a ter. 

Por isso mesmo, vou já já mostrar-vos aqueles que foram os meus preferidos. 
Atenção que eu não estou a "desfazer" ninguém, estou a penas a mostrar-vos o meu gosto pessoal. 


Verão


Verão


Verão


Verão


Verão

Aqueles que encheram mesmo o meu coração foram os da Isabel Silva e Marta Melro. 
Mas todos os outros acho-os super adequados para uma festa de verão. 

E os vossos, quais foram os favoritos?

Vale a pena visitar #09

Hoje é segunda-feira e apesar de não ter dias fixos para fazer posts, as segundas tem sido dias de dar a conhecer!

Dar a conhecer blogs que a meu ver valem a pena, que gosto de ler. 

Hoje o eleito foi o As Minhas Pequenas Coisas da S*. 


Vale


Tenho a certeza que todas vocês já o conhecem não fosse ele um blog que já foi mencionado na imprensa nacional se a memória não me atraiçoa.


Gosto bastante deste blog, sobretudo pelo sentido prático que a S* tem. Escreve sobre aquilo que gosta e o que não gosta, nota-se que é uma pessoa bem resolvida consigo mesma e agora o blog dela é inundado de ternura desde que o pequeno Rafael nasceu. 
É também lá que partilha a sua aventura como mãe. 


Vale



Além disso a S* dá sempre lugar de destaque também aos seus patudos o que eu acho super querido. Assim como dá a conhecer muitas das vezes a sua cidade, Viana do Castelo, ao partilhar as suas fotos dos seus passeios. 


Quem lê este blog?

Sobre o saber-se estar nas diversas situações da vida!

Escrevo este post porque tenho assistido a algumas situações que me fazem ver que muitas pessoas da nossa sociedade ainda lidam ao status

Como assim Catarina?

Então é assim, como algumas de vocês devem saber eu sou licenciada, contudo não estou a exercer a minha licenciatura. 
Com a falta de trabalho que vi na minha área quando acabei o curso comecei a trabalhar numa empresa têxtil como assistente comercial. Passados 3 anos "subi" de assistente comercial para comercial. 
Tal como eu, muita gente se viu obrigada a por de lado o seu curso e agarrar-se as oportunidades que iam surgindo. 

Mas quando se aceita um emprego em que a nossa licenciatura não nos é requerida por assim dizer, temos que nos lembrar que não podemos depois andar a apregoar aos sete ventos que somos licenciados e que por isso não fazemos isto e aquilo. 

Vi isto acontecer há uns dias aqui na empresa. Uma colega que se recusou ir ajudar na produção quando por falta de pessoa era necessário. Os argumentos usados eram os de que isso não estava no contrato dela, que ela era mestrada e pós-graduada e que se recusava a fazê-lo. 


vida



Fiquei triste quando vi isto, porque dentro de uma empresa devemos lutar todos pelo mesmo sob pena de se algo falhar falha para todos. 

É neste ponto que acho muitas vezes que o povo português falha. Veste-se pouco a camisola das nossas empresas. Claro que sei que há muitos patrões oportunistas e que exageram no que pedem aos funcionários, mas eu vejo pessoas que e se recusam a ficar mais 10 minutos para acabar um trabalho sem que o patrão pague a mais. 

As vezes é preciso dar um bocadinho mais de nós, nem que seja só por responsabilidade própria. E acreditem que muitas das vezes é isso que traz o retorno depois. Já vi bem de perto pessoas serem muito bem sucedidas porque no inicio da carreira não tiveram medo de ficar mais uma hora ou vir mais cedo. 


E vocês, qual é a vossa opinião sobre isto?
Partilhem comigo. 

Venha daí mais uma segunda-feira!


segundafeira

Bom dia!
Boa semana. 


quinta-feira, 20 de julho de 2017

20 de Julho | Dia do Amigo

" A gente não faz amigos, reconhece-os"

De a uns tempos para cá tornou-se hábito haverem dias de tudo. Dia dos namorados, dia dos avós, dia do irmão, dia do estudante, dia do amigo! 
E aqui confesso que sou adepta e acho graça a este dia do amigo. Isto porque se mimamos os nossos pais e os nossos irmãos os amigos também tem de o ser. Afinal a amizade deve ser alimentada. 
Além disso a amizade verdadeira é um bem escasso nos dias que correm. 

A amizade aos meus olhos, deve ser levada muito a sério. Ser amigo é estar-se lá no dia a dia mas acima de tudo estar-se lá nos dias e momentos mais difíceis. 
Felizmente eu tenho bons amigos, ou amigas melhor dizendo. 
Algumas desde pequena, outras que me surgiram na adolescência e outras que vem do trabalho. 
São três aquelas que me acompanham lado a lado. Nos bons  e nos maus momentos, que me limpam as lágrimas mas que muitas vezes me disseram as coisas como tinham de ser. E eu só tenho a agradecer. Por a vida mas ter posto na minha vida. De uma forma tão gentil.

Claro que tenho mais pessoas na minha vida que me querem bem e sei disso. Mas estas...estas são especiais. 

Também já tive na minha vida aquelas pessoas que achava que seriam amigos que tinham chegado para a vida. Mas não. Chegaram, estiveram e saíram. Mas talvez a vida seja mesmo assim. Com pessoas que vão e vem mas apenas com as que são verdadeiramente nossas a ficar. 


Amigo


Amigo


Amigo


Amigo


Amigo


Amigo

Estas são as minhas. As que me ajudam a colorir a minha vida!
Feliz dia do amigo minhas princesas <3